Team

Pense em um time de futebol. O termo (“team”) foi importado do mundo dos esportes, pelas organizações de trabalho.

Uma equipe resulta da máxima utilização dos talentos individuais, num clima de respeito mútuo, trabalhando em conjunto com um sentimento de unidade. Onze craques não fazem o melhor escrete é preciso adquirir C O N J U N T O…

A unidade é alcançada quando cada um é capaz de desincubir-se de seu papel específico em harmonia com os demais. Os jogadores se entendem e se entrosam em passes certeiros, tabelinhas e até jogadas ensaiadas…A equipe cresce a medida que cada um tem consciência de que é mais fácil agir e obter resultados em conjunto que individualmente.

Cada um busca satisfazer a seus objetivos e interesses particulares através das ações coletivas dirigidas para objetivos comuns. Jogadas individuais de efeito para a “galera” dificilmente decidem o jogo.

É importante que haja competência necessária para atuar nas várias posições e o entrosamento garante a economia de esforços. Ninguém pode jogar nas onze posições… Todos atacando e todos defendendo, e “pelada” nunca dura 90 minutos sem que alguns jogadores tenham que sair de campo.

Disciplina e profissionalismo contam muito mas o ‘ESPIRITO DE TEAM’ resulta também de sentimentos, valores, apoio mútuo e um bom clima de relações interpessoais, o amor a camisa, a garra, faz o time mediocre ganhar o jogo.

As equipes nas organizações, normalmente, consistem em grupos de pessoas que atuam funcionalmente, em vários níveis, sob a supervisão de um dirigente. O dirigente em qualque nível de hierarquia é, naturalmente, o promotor do desenvolvimento da equipe por ter uma visão mais clara dos objetivos e estratégias da organização e pela sua participação privilegiada no planejamento, no estabelecimento das diretrizes, na tomada de decisão e na resolução de problemas.

O desenvolvimento da equipe consiste em um processo de participação crescente dos componentes de uma unidade organizacional em busca de maior produtividade funcional aliada a satisfação pessoal e profissional das pessoas envolvidas.

Técnico não joga nem ganha jogo sozinho, cria as condições para a vitória e, principalmente, para o campeonato.

Texto extraído do livro “Equipes dão certo, a multiplicação do talento humano”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: